Apresentação

 Piranhas para Jesus (em inglês "Hookers for Jesus"), é uma organização cristã beneficente internacional, que ajuda a prostitutas, putas, garotas de programa, dançarinas, acompanhantes e outras mulheres e meninas, que são exploradas pela indústria sexual e tratadas com preconceitos e muitas vezes com desdém pela sociedade. 

 

Missão

Putas e prostitutas são muitas vezes excluídas dos cultos e outras atividades religiosas. Mas elas têm uma vida difícil. A grande maioria não vende seu corpo por ter vontade a fazer tanto sexo, mas por obrigação. 
Umas são obrigadas pela pobreza. Não querem deixar seus filhos, pais, marido ou outros familiares sem sustento. Muitas vezes
Menina da Hookers for Jesus,
Brazil (Piranhas para Jesus)
trata-se de um parente doente, e para pagar o tratamento, a menina se prostitui. Outras meninas são obrigados por terceiros. Elas são obedientes e boas e se prostituem porque o pai, a mãe, o marido, um tio, primo ou outra pessoa mandou-as fazer programa. E têm ainda as muitas meninas, que são forçadas para trabalharem com sexo. Elas não eram meninas boas e obedientes que simplesmente obedeciam, mas foram forçadas com ameaças e muitas vezes com violência brutal, que inclui açoites, estupros em massa, açoites na pele nua e eletrochoques no grelinho, lábios da buceta, cuzinho, língua e nos peitos.
Muitas delas não recebem nada do dinheiro, que ganham. Tudo fica ou com os cafetões, donos de prostíbulos e outros exploradores ou com a família.
Elas todas são muito sofridas e necessitadas de amor. Mas pelo fato que não têm horário de trabalho mas têm que se oferecer o dia todo não podem participar em cultos para encher esse vão. Muitos cafetões e outros responsáveis proíbem simplesmente saídas para igrejas. 
Também existem igrejas que não aceitam prostitutas ou putas. E as próprias putas têm vergonha. A sociedade com sua falsidade trata até políticos com mais reverência do que prostitutas, embora que elas muitas vezes levam uma vida admirável, porque se sacrificam em favor de outros, tratam a todos com respeito e amor, não roubam, são obedientes, boazinhas, meigas e submissas, não fazem greve e não fazem mal a ninguém.
A "Piranhas para Jesus" quer mostrar a putas, prostitutas e outras mulheres e meninas que precisam do amor de Jesus. Jesus as ama e quer salvá-las, sua benignidade é para todos. Ele convida-as para viver com ele e para as igrejas. Também querem sensibilizar as igrejas e a sociedade para receber as prostitutas e putas com amor e braços abertos. Querem mostrar, que são meninas e mulheres boas, que precisam de amor e respeito como qualquer um. 
Putas e piranhas para Jesus
Cantoras cantam para outros poderem se deleitar
com suas vozes. Putas oferecem suas bucetinhas, 
 
bundas e outros dons para fazerem outros felizes.

Também mostram às mulheres e meninas como elas podem ser éticas e boas em sua profissão. Muitas pessoas confundem as cabeças das putas ensinando que uma puta é má e perdida porque é uma puta. Nem um político é perdido se ele continua político, porque exemplos no exterior como o de Nelson Mandela mostram, que é possível ser bom sem sair da política. Quanto mais uma prostituta ou dançarina pode ser boa, amorosa, submissa, dedicada e ética sem sair de sua profissão, que é uma profissão que não prejudica a ninguém e traz só benefícios para outros. 
Para ter autoestima as meninas devem saber que elas são boas. Não ajuda, então, em nada, se alguns falam, que não adianta ser boa, porque uma prostituta é sempre má. "Piranhas para Jesus" é bem claro nisso: "Um juiz é bom se ele julga com imparcialidade, respeita a lei e seus superiores, pensa no bem do outro e da sociedade e é na vida particular um bom pai e marido, participa na igreja, ora a Deus e ajuda a outros. Com a mesma razão uma prostituta ou puta é boa se atende aos seus clientes com dedicação, qualidade e amor, respeita as leis e a autoridade do seu cafetão, dono de prostíbulo e outros superiores, pensa no bem dos outros e é boa, meiga, docil, submissa e dedicada na vida profissional e particular. Tem que ser uma boa mãe, esposa, deve orar a Deus, frequentar cultos (se seus responsáveis permitem) e ajudar ao próximo."
Com base nisso uma puta tem uma diretiva para a vida, e seguindo a ela vai se sentir melhor, porque sabe que faz a coisa certa e está dentro dos moldes da ética de sua profissão.
Putas se reunem em oração
  

História

Annie Lobert
"Hookers for Jesus" foi fundada como entidade registrada em 20071 depois de atividades e iniciativas anteriores, em Las Vegas, EUA, o centro mais famoso de jogos de azar e prostituição nos EUA.2 A fundadora e presidente é Annie Lobert, que trabalhara antes como prostituta de alta escala em Las Vegas e outras cidades e virou evangélica.
Em 2008, a organização começou um programa para fornecer esconderijos seguros para prostitutas e testemunhas vitimas de exploração, violência e outros crimes por volta da indústria de sexo.
Petala Parreira, prostituta evangélica
e membro de "Piranhas para Jesus".
Para ela prostitutas, que são submissas
e boazinhas podem ser evangélicas

boas. Ela dança na profissão nua,

e para Deus na igreja.

As atividades da organização ganharam um amplo espaço nas mídias. Annie Lobert e outras mulheres apareciam na TV, em muitas rádios no mundo inteiro, em revistas e jornais e em vários sites e vídeos do internet. Um destaque era a série em três partes do Discovery Channel dos EUA chamado "Hookers, saved on the strip", em 2010.
Annie Lobert e outras mulheres da organização são também convidadas para falar em muitas igrejas. Outras igrejas rejeitam o ministério dela e não gostam da presença de prostitutas por várias razões. Isso levou à fundação de uma igreja própria. Elas abordam muitos temas, mas destacam sempre em suas mensagens, que "Deus ama a todos. "Contamos às mulheres, que Deus ama a elas independentemente do fato se são prostitutas, putas ou atrizes de pornô. Deus não tem uma conta com débitos, um livro eterno sobre os feitos das suas criações." "Sua benignidade consola e salva a todos." Annie e as suas correligionárias distribuem bíblias para as prostitutas, contam-lhes do amor imenso de Jesus e incentivam as prostitutas para aceitar o amor como presente e dividí-lo com os seus próximos.
No Brasil prostitutas e ex-prostitutas como Petala Parreira e Gabriela Leite  abordam também temas como comportamento, submissão, higiene, ética trabalhista e direitos para prostitutas, e lutam contra a discriminação e para um maior espaço na sociedade e nas igrejas.

 






















Donations - Doações: 
Ajuda a "Piranhas para Jesus – Hookers for Jesus" para salvar e educar putas e fazer delas prostitutas submissas, obedientes, gostosas e úteis. 

Obrigada e beijos
 











Uma puta crente com coração renovado vai ser submissa, trabalhadora, dedicada, prestativa e obediente aos seus superiores como a polícia, cafetões, donos de prostíbulos, exploradores de ruas de prostituição, e antes de tudo à palavra de Deus. Muitas vezes ela, em contato muito íntimo com outras pessoas, pode falar de Jesus. Uma puta evangélica ganha muitas vezes mais pessoas para Jesus do que um pastor.














O pecado prende o corpo, mas Jesus liberta. Venha para Jesus.


















Uma puta evangélica vai ser sempre um bom exemplo: Limpinha, alegre, prestativa, aberta, submissa, obediente, amável, trabalhadora, sincera, dedicada, preocupada com o bem-estar de seus clientes, sua família e seus superiores (cafetão, dono etc.), querendo agradar e se dar toda.


A prostituta Annie Lobert de Las Vegas fundou as Hookers for Jesus, traduzido "Piranhas para Jesus" ou "Putas para Jesus".

 
Annie Lobert e uma outra puta da ação missionária Piranhas para Jesus.
<> on April 11, 2012 in Sanford, Florida.

Uma prostituta evangélica (ou cristã em geral) tem muitas chances para testemunhar.
Na vida professional ela vai ser sempre boa, submissa e agradável, cativando clientes, cafetões e outros pela qualidade de seu serviço
e pela alegria e prontidão com que ela chupa, transa, se submete e serve aos outros.














Que bom, se também uma puta pode cantar o louvor no domingo de todo o coração, porque ela sabe, que Jesus a salvou.

 


Meninas boas aquecem o coração. Uma prostituta evangélica pode contribuir nisso também pela qualidade de seu trabalho e pelo testemunho.



A menina agradece a Deus, que Ele lhe deu formosura, sensualidade, um espírito manso e obediente, peitos, bunda, pernas e uma bucetinha bonita para agradar e servir aos próximos.

Uma boa puta evangélica vai sentir alegria por ser uma escrava, prostituta e cadelinha e por ter a oportunidade de agradar ao seu dono, cafetão, outros superiores e clientes e fazê-los felizes. Anéis de gado e outros atributos de escravas colocados nela, marcas de escravas e prostitutas gravadas com ferrete em brasa na sua pele e marcas de chibatadas e outros maltratos ela ostenta com orgulho e felicidade. Ela regozija se o dono ganha muito dinheiro pelo desempenho dela, e ela ora para os clientes serem sempre satisfeitos. Ela agradece por cada cliente e pela educação dura que o dono lhe impõe.








Seja um anjo para o seu próximo, 
seja gentil e meiga, 
seja uma ajudante e uma amiga, 
seja submissa, útil e servil, 
seja uma puta para ele, 
seja um anjo para ele. 
Uma menina evangélica prudente mantém seu corpo em boas condições para servir ao homem e agradar a ele, mas também para ficar com boa saúde para louvar ao Senhor com força e alegria.

Se um cafetão te compra ou vende, não seja triste, mas enfrenta essa provação sem reclamar e confia em Deus. Pode ser que alguém compre seu corpo, mas a sua alma só Deus pode comprar: E ele já o comprou pelo sangue de Jesus.








 

Deixa os homens fazerem com seu corpo, o que quiserem. Seja submissa. Se eles te torturarem, pensa no sofrimento de Jesus. Agradece que vc pode servir com seu corpo para o bem-estar desses homens e tenta amar a eles.



Como a larva vira uma borboleta, um dia uma prostituta ou puta submissa e boa vai ser elevada.

Uma puta é como uma flor.
Internacional Whore's Day, 2nd of june. Dia internacional da prostituta, 2 de junho. Ama e educa as prostitutas e putas.
Internacional Whore's Day, 2nd of june.
Dia internacional da prostituta, 2 de junho.
Ama e educa as prostitutas e putas. (Love and educate the prostitutes and sluts.) Aproveita o dia da prostituta e leva uma flor, dá um beijo ou um outro presente para um prostituta ou puta e dá os parabéns. Mostra, que ela é um ser humano amado para vc. 
Compartilha essa mensagem.
Aproveita os descontos do dia da prostituta: Na Rua Guaicurus e em muitos outros lugares: Quem dá os parabéns para as prostitutas e dá uma lembrancinha ou um presentinho, ganha 50% desconto a todos os serviços.
Internacional Whore's Day, 2nd of june. Love and educate the prostitutes and sluts.
Internacional Whore's Day, 2nd of june.
Love and educate the prostitutes and sluts.
Come and show your love to the bitches, sluts and prostitutes. Gave a present or a kiss. Show her, that she is a beloved human beeing.

Dia internacional da prostituta, 2 de junho. Ama e educa as putas;


Com a compra desse livro (e-book)você ajuda também ao nosso trabalho:


O livro que mostra o mundo chocante das prostitutas forçadas, exploradas, traficadas, torturadas e tratadas como gado. 

A instrução de putas novinhas e iniciantes está muitas vezes nas mãos de homens brutais e perversos que aproveitam as situação para torturar as meninas excessivamente para quebrar toda a resistência até que a garota vira uma escrava totalmente submissa e disposta a cumprir qualquer desejo de seu cafetão, seus clientes e de outros superiores. Nesse livro prostitutas novinhas contam como viraram putas totalmente escravizadas e exploradas.




http://contosdasprostitutas.blogspot.com.brContos de prostitutas
Categoria:Formato:
ProstituiçãoEbooks, Livro digital, pdf



Descrição do Produto

Meninas novinhas, obrigadas a se venderem, contam as coisas mais incríveis de suas vidas. Prostitutas e putas de vários países contam como foram seduzidas, exploradas, estupradas, escravizadas, abusadas e castigadas sem dó e relatam como viraram escravas e putas totalmente obedientes.
Essa coletânea publica material confidencial de meninas presas no comercio do sexo e de organizações mafiosas. Você vai ler coisas, que você jamais imaginou.
13 histórias empolgantes e emocionantes com 147 páginas e mais de 50 fotos que ilustram como meninas novinhas são sacrificadas e exploradas na prostituição.
Vantagens

Conheça um mundo que é fechado à maioria das pessoas. Muitos usam prostitutas, mas não conhecem seu coração, sua alma e a luta da vida delas. Entre centenas de relatos e destinos Petala Parreira escolheu os melhores para essa coletânea.

R$ 29.90



Super-oferta para colaboradores: Manda uma foto (ou mais) de uma evangélica gostosa (preferidamente nua ou com pouca roupa e com nome, facebook, e se possível também outros detalhes) e recebe seu livro totalmente de graça: Meu email: petalapa@gmail.com
(Esse email é só para mandar fotos para ganhar um livro de graça. Para outros assuntos escreve a petalap13@gmail.com  )
(As fotos serão publicadas no site "Musas evangélicas", mas não vai ser publicado quem mandou a foto.)


Contas de prostitutas é um livro chocante, emocionante, brutal e revelador. Meninas exploradas e escravizadas por cafetões e organizações brutais e sem escrúpulos recebem uma chance única de contar de seu destino, vida e pensamentos. Elas contam de estupros, açoites, castigos e torturas, mas também de seu sacrifício lutando pelo bem, sua submissão, paixão e seu amor.



Meninas novinhas, obrigadas a se venderem, contam as coisas mais incríveis de suas vidas. Prostitutas e putas de vários países contam como foram seduzidas, exploradas, estupradas, escravizadas, abusadas e castigadas sem dó e relatam como viraram escravas e putas totalmente obedientes.
Essa coletânea publica material confidencial de meninas presas no comercio do sexo e de organizações mafiosas. Você vai ler coisas, que você jamais imaginou.
Com 147 páginas e mais de 50 fotos que ilustram como meninas novinhas são sacrificadas e exploradas na prostituição.
 
Conheça um mundo que é fechado à maioria das pessoas. Muitos usam prostitutas, mas não conhecem seu coração, sua alma e a luta da vida delas. Entre centenas de relatos e destinos Petala Parreira escolheu os melhores para essa coletânea.

Leia a seguir uns trechos do livro em contasdasprostitutas.blogspot.com . Em tudo ele contém 13 contos com muitas fotos sem censura.